• François

A cascavel e o calcanhar

Quem mexe em basculho do quintal expõe o calcanhar à cascavel. Pois foi. Os bolsonaristas exigiram que se revirasse outros casos de "rachadinhas" espalhados pelo Brasil, e não apenas a "rachadinha" Queiroz-Bolsonaro.


No que deu? Exigência satisfeita, um bote no calcanhar. Notícia de hoje, na Folha de São Paulo, dá conta de que entre as "rachadinhas" mais escabrosas está a de um ex-governador. Até aí, tudo bem. De onde? Do Rio Grande do Norte. Aí a coisa pega.


E pega por quê? Por ser daqui? Não. Porque o ex-governador citado e réu de "rachadinha" é Robinson Faria. Pai do Ministro Fábio Faria, que é genro de Silvio santos e auxiliar in pectore do presidente Bolsonaro.

64 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel