• François

A direita se lambuza...

...e seus adoradores ejaculam no gozo alheio.


Bolsonaro, o rei da mentira, levou filhos e bajuladores "in pectore" para um passeio milionário, à custa do contribuinte, em Dubai. Tudo muito rico, muito brega, muito ostensivo e ofensivo à fome reinante no país.


Tão nem aí. Pobre pra eles tem mesmo é que roer ossos. Diária hoteleira de quarenta e cinco mil reais. Tudo pago por quem? pelo erário. Os bajuladores pobres, aqueles que se esgoelam em redes fechadas ou rádios televisivos, ficam de longe só curtindo a jeguice milionária, como o texto da canção popular. "Todo mundo vai ao circo/ menos eu./ Não posso pagar ingresso,/ fico de longe, só ouvindo a gargalhada". São os remunerados que se vendem por migalhas. Investimento? Só de mentira. "A Amazônia não pega fogo, nem se você quiser, por que é úmida".


Ainda houve tempo para trocar insultos com Valdemar da Costa Neto, o novo bandido predileto do bolsonarismo, "Vá T no C, no partido mando eu". Disse Valdemar. "Vá a PQP", respondeu Bolsonaro. Tudo muito republicanamente bolsonariano.


Enquanto isso, em Veneza, Diogo Mainardi prepara o comitê de outra fatia do escracho da falsa moralidade. Baixe o pano.

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O que falta acontecer neste país brutalizado, estuprado e descido à condição de submundo do crime oficial. Crimes de Estado. Após chacina em favela do Rio, com aplausos de Bolsonaro, esse genocida cot

Qual a relação? Me veio à memória os tempos idos da Casa do Estudante. Lá cheguei vindo do Colégio Diocesano Seridoense, de Caicó. Caicó me abriu uma janela pro mundo, pelo CDS; a Casa do Estudante me

...da derrota de Bolsonaro. É Lula? Não. Lula sabe que nada está definido. Eleição e mineração só depois da apuração. Lição do velho pessedismo dos tempos saudosos do Brasil ingênuo e democrático. Inc