• François

A fumaça do cinismo

Que o ministraço do meio ambiente minta, proponha desrespeito à natureza e esbanje estultices, ninguém tem o direito de surpreender-se. É o canastrão da ecologia. Econastrão.


Mas o general Mourão, vice-presidente da republiqueta do bananal, deveria dar-se o respeito. O que fizeram eles dois? Divulgaram, para o exterior, um vídeo com a chamada "A Amazônia não está queimando", produzido por uma entidade produtora do agronegócio do Pará, com a imagem de uma paisagem de rios e matas, de ampla beleza verdejante.


Qual o problema? O problema é que não era a Amazônia. Nem no Pará. Sabe de onde era? Do Rio de Janeiro. Isso mesmo, mata atlântica fluminense. Como se descobriu? Com as pernas curtas da mentira e o ridículo da estupidez. Numa das cenas aparece um mico leão dourado. Bicho que não existe na Amazônia. Aí a farsa foi desmascarada. Mourão, devidamente mascarado, desconversou dizendo que "isso faz parte do negócio, pois era para divulgação lá fora".


Deve ser a mesma mata atlântica que o ministro do Baú da Felicidade viu "sobrevoando a Amazônia". Se era ele ou a própria mata que sobrevoava ninguém sabe. Eita paiseco do eco da ruma no meio da moita.

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Casamento e mais filhos

Bolsonaro declarou que o casamento com o PL do mensaleiro Valdemar da Costa Neto, aquele que foi condenado por corrupção, de quem Bolsonaro dizia querer distância, "vai gerar muitos filhos". Bem, po

A toga e o hipócrita

O ex-juiz Sérgio Moro revela-se muito preocupado com com uma recente besteira dita por Lula, quando interrogado sobre a quarta "eleição" de Daniel Ortega, na Nicarágua. Foi uma observação infeliz? Foi

A direita se lambuza...

...e seus adoradores ejaculam no gozo alheio. Bolsonaro, o rei da mentira, levou filhos e bajuladores "in pectore" para um passeio milionário, à custa do contribuinte, em Dubai. Tudo muito rico, muito