• François

A saudável malandragem togada

O Ministro K. Nunes Marques, Kassio conká, deu um banho de malandragem benéfica à Democracia. E eu começo a rever minha opinião sobre ele. O que fez o "dez por cento" de Bolsonaro, segundo diz diz o próprio néscio Presidente sobre os votos de Kassio, nesse episódio?


Vejamos. Ele revogou uma decisão colegiada do Superior Tribunal Eleitoral, que cassara os mandatos de alguns deputados bolsonaristas. Não me interessa o relatório do fato. Não estou peticionando a ninguém nem me interessa o desfecho forense. Interessa-me o desfecho político. Ele agradou ao dono dos seus votos. Será?


Então, a comunidade jurídica esperneou. A babaquice de esquerda senil também. Analfabetos jurídicos e políticos. O Presidente da Corte convocou o Pleno pra votar. O outro "dez por cento" de Bolsonaro, André Mendonça, pediu vistas. Interrompeu o julgamento do Pleno. Deixando válida a liminar de Kassio Nunes.


O que fez Kassio? Colocou na pauta da Segunda Turma, que ele preside, o julgamento da sua decisão. Nesse julgamento, Mendonça não pediu vista. Votou com o colega "dez por cento". Os "vinte por cento" de Bolsonaro estavam configurados. Só que os outros três Ministros da Segunda Turma não são percentuais de ninguém. E tanto Kassio quanto Mendonça sabem disso.


Resultado? A decisão de Kassio Nunes Marques caiu. Simples como o nascer do sol primeiro no Oriente. Um banho de malandragem togada. Quem quiser que compre uma bicicleta usada dessa turma. Eu não. Sabem os "vinte por cento" que o indicador deles tá no fim de carreira. E eles estão correndo pra cair fora. Ou não?

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A inflação dispara sem controle, ninguém mais manda encher o tanque. Só no Rio de Janeiro há 3,7 milhões de pessoas em estado de fome permanente. O Ministério da Saúde gastando dinheiro público e ener

De bananas? Sim, senhor. Mas é da banana ouro? Não. Prata? Não. D'água? Também não. É do bananal de nanicas. A banana nanica é grande, porém a bananeira de onde ela vem é anã. Pequenina. Frutos aparen

Sou do tempo em que positivo era sinal do benfazejo. "Como vai"? E a resposta boa era: "Tudo positivo". E tome o dedo polegar pra cima, dizendo Cézar ao gladiador para não matar. Até no jargão polici