• François

Aprende ou leva pau

Quantas derrotas serão suficientes, quantas vitórias jogadas na vala da expectativa, quantas lições serão ignoradas pra que neguim decida parar, pensar, agir e resolver o exercício da autocrítica?


Autocriticar-se é doloroso? Bem menos do que virar saco de pancada eleitoral. E a cada derrota, estrebuchar com argumentos furados para tentar convencer de que as derrotas são apenas vitórias não consumadas. Daí para embiocar no estuário do ridículo basta continuar perdendo e discursar que ganhou.


Aí vem o argumento mais cretino: "Mas a direita também perdeu e perdeu mais". Ora, grande consolo. O mesmo que o vizinho dirá sobre o teto furado, ao ver as telhas da casa ao lado também jogadas pelo vento.


A lição das urnas repete a aula professada na eleição anterior. Eis o desafio: Aprende e passa de ano ou mantem a arrogância e leva pau.



44 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

...da derrota de Bolsonaro. É Lula? Não. Lula sabe que nada está definido. Eleição e mineração só depois da apuração. Lição do velho pessedismo dos tempos saudosos do Brasil ingênuo e democrático. Inc

...um frouxo armado! Bolsonaro grita histericamente num palanque: "Povo armado não será escravizado". Mas não diz, "homem armado não será assaltado". Por que será que não diz? Vou contar. Vinha o ex-c

Acompanhei por muitos dias vários portais da Direita, bolsonaristas ou moristas, e descobri o óbvio. O discurso monocórdio, chato, paulificante. Portais, blogs e rádios televisadas. Vendedores de opin