top of page
  • Foto do escritorFrançois

Barbas de molho, Queiroz!

Pois é. Adriano Nóbrega, ex-capitão do BOPE, foragido e sob investigação no inquérito que apuara o assassinato da Vereadora Marielle, foi assassinado numa operação policial. Queima de arquivo? Não se pode afirmar com certeza, mas há o fumus boni yuris. A fumaça do direito presumido, ou como se diz no popular "onde há fumaça tem fogo".

Ele era um arquivo vivo, em trânsito. Isto é, transitava entre a fuga e o medo dos mandantes. Aquele história do medo mútuo entre o caju e o sanhaçu.

Você, Queiroz, ponha a barba de molho. Seus problemas podem ser outros, mas o conjunto da obra envolve as mesmas peças.

Aliás, como lhe tratam, Queiroz? Essa pergunta substitui o "cadê o Queiroz"?

19 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page