• François

Barbas de molho, Queiroz!

Pois é. Adriano Nóbrega, ex-capitão do BOPE, foragido e sob investigação no inquérito que apuara o assassinato da Vereadora Marielle, foi assassinado numa operação policial. Queima de arquivo? Não se pode afirmar com certeza, mas há o fumus boni yuris. A fumaça do direito presumido, ou como se diz no popular "onde há fumaça tem fogo".

Ele era um arquivo vivo, em trânsito. Isto é, transitava entre a fuga e o medo dos mandantes. Aquele história do medo mútuo entre o caju e o sanhaçu.

Você, Queiroz, ponha a barba de molho. Seus problemas podem ser outros, mas o conjunto da obra envolve as mesmas peças.

Aliás, como lhe tratam, Queiroz? Essa pergunta substitui o "cadê o Queiroz"?

19 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

O rinoceronte acoelhou-se

Pois é. O valentão de dois dias atrás virou coelho, quando lhe apertaram os colhões. Essa tchurma não engana. Tudo valentia de ocasião, esperando que as armas ostensivas e os músculos bombados imponha

O oitão do cajá

O Cajá era um sitio minimalista, de propriedade de minha avó, onde morava seu Bendito do Cajá. Nunca soube do seu sobrenome, conhecido era ele pelo pós nome do sitio onde morava. O sítio era tão sem g

Picaretagem interrompida?

Onde e por quem demonstra a maluquice do país, do qual alguém já disse há muito tempo: "No Brasil não será surpresa se um dia a Sexta Feira da paixão cair numa Terça Feira de carnaval". A que me refir