• François

Bilhete pra Orlando

Começo como? Nem sei. Mas, tento vê-lo daqui pra criar coragem. Você vive nesse momento uma inversão da ordem natural das coisas. Pai não foi feito para sepultar filho. Porém, a ordem natural das coisas não é ordem nem natural. Desde que o ser humano por aqui chegou que essa ordem natural deixou de sê-la.


Passamos um pedaço da tarde de hoje, Laurence Nóbrega e eu, dedicando nossas memórias a você. Soubemos da partida de Alan quase na mesma hora. Laurence, por Edgar, o Capitão Gancho, como ele o chama. E eu, pelos parentes de Mossoró.


Foram muitas estórias engraçadas, alegres, de vida. Tanto que terminamos tristes. Temos inveja de você, posto que você crer na vida continuada e permanente da espiritualidade. Eu o invejo, pois não consigo ir além da finitude.


Mas, mesmo assim nos é dado o fardo do sofrimento quando parte alguém do nosso afeto. Embora crendo na continuidade do espírito, na certeza que você tem. Mesmo assim. Sei que Alan foi sua última e mais robusta paixão.


Meu abraço e minha tristeza, receba os dois. E aqui incluo Laurence. Que a memória do filho adorado lhe dê força. Muita força.







44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel