• François

Burrice aos borbotões...

...inteligência a conta-gotas. Vejo no jornal da manhã que a a estúpida portaria do expediente presencial teve uma pequena revogação. Dispensa dessa estupidez os maiores de 60 anos.


Agora pergunto: E quem, dessa faixa etária, tiver se contaminado, durante a vigência dessa burrocracia? Êin? Sabe o que pode acontecer? O Estado ser acionado para pagar medicamentos, tratamento ou internação hospitalar. Sou Procurador do Estado, e se um processo desses for a mim distribuído, eu direi ao Juiz da causa que me reservo o direito de não defender o indefensável. O desumano. O principal patrimônio do Estado é a pessoa humana, só depois vem a Fazenda e o patrimônio Públicos. Não é dado ao governo descuidar da vida e bem estar do administrado.


E se alguém morreu por esse motivo? Dolo configurado, pois a Governadora assumiu o risco. Sou defensor do Estado, não sou advogado de governo.

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mais uma ideologia abatida

E eu deixando mais uma fora das minhas crenças. Qual? O anarquismo, a graciosa ideologia de Bakunin e de Proudhon. Era o anarquismo uma espécie de segundo time, onde desaguavam todas as tendências pro

Aplauso

Não tenho alinhamento automático com nenhum partido ou grupo ideológico da atual vida nacional. Nenhum. Situo-me na posição de esquerda independente, abominando todo e qualquer tipo de fundamentalismo

Padre Tércio...

...mais um desmanche do passado. E como dói. Não doem os músculos nem o coração, é o passado que dói. Quando cheguei ao Ginásio Diocesano Seridoense, que depois virou Colégio, em 1961, o diretor era M