• François

Ciro e a cangalha

Votei em Ciro Gomes nas eleições passadas. E disse na época que ele era o mais preparado de todos os candidatos. E o único que oferecia ao eleitor um programa de governo. Nas mesmas circunstâncias, repetiria o afirmado.


Ocorre que as circunstâncias mudaram. E não foi por novos eventos políticos ou eleitorais. Não. Foi o próprio Ciro quem mudou o azimute das circunstâncias. Ou melhor, o seu discurso.


Ciro Gomes se postava com discurso de centro-esquerda, progressista, com elevado nível de alcance social. Só mantém essa última parte, pra fazer justiça. Mergulhou num discurso caviloso, raivoso contra a esquerda da qualquer matiz. Nem o centrão encampa tal discurso.


Pois bem. O cavalo selado que Ciro Gomes esperava na sua porta, para sua candidatura, virou um jumento encangalhado. Boa viagem, Ciro, que o caminho é longo até Sobral.

124 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O que falta acontecer neste país brutalizado, estuprado e descido à condição de submundo do crime oficial. Crimes de Estado. Após chacina em favela do Rio, com aplausos de Bolsonaro, esse genocida cot

Qual a relação? Me veio à memória os tempos idos da Casa do Estudante. Lá cheguei vindo do Colégio Diocesano Seridoense, de Caicó. Caicó me abriu uma janela pro mundo, pelo CDS; a Casa do Estudante me

...da derrota de Bolsonaro. É Lula? Não. Lula sabe que nada está definido. Eleição e mineração só depois da apuração. Lição do velho pessedismo dos tempos saudosos do Brasil ingênuo e democrático. Inc