• François

Colher na panela

Vou meter a colher. Parece-me que o panelaço já cumpriu o dever de casa. Começa a cansar, e o cansaço em matéria política manda repensar. Foi interessante, mas vivemos um momento muito tenso de aprisionamento domiciliar. Já começa uma impaciência perigosa entre troca de opiniões, pelas janelas, descambando para agressões verbais. Isso me assusta, pois nunca se sabe até onde vai a travessia da impaciência para a intolerância. Calma, minha gente. O represamento de iras é um perigo plausível. Férias às panelas!...Que descansem, por ora, na cozinha.

Reflexão do dia: Bolsonaro disse que "o brasileiro pula no esgoto e não pega nada". Errado, o brasileiro pulou no esgoto nas últimas eleições e pegou Bolsonaro.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O rinoceronte acoelhou-se

Pois é. O valentão de dois dias atrás virou coelho, quando lhe apertaram os colhões. Essa tchurma não engana. Tudo valentia de ocasião, esperando que as armas ostensivas e os músculos bombados imponha

O oitão do cajá

O Cajá era um sitio minimalista, de propriedade de minha avó, onde morava seu Bendito do Cajá. Nunca soube do seu sobrenome, conhecido era ele pelo pós nome do sitio onde morava. O sítio era tão sem g

Picaretagem interrompida?

Onde e por quem demonstra a maluquice do país, do qual alguém já disse há muito tempo: "No Brasil não será surpresa se um dia a Sexta Feira da paixão cair numa Terça Feira de carnaval". A que me refir