• François

De onde é a Revista Time?

Atualizado: 24 de Set de 2020

Da Rússia? Se for é uma corja antidemocrática que detesta Trump e Bolsonaro, dois ícones da democracia terraplanista, tremendamente evangélica e "puritana". Não, não é da Rússia.


É da China? Se for é um complô conspiratório espalhador de vírus com a intensão de consumar o comunismo consumista, com vistas a desmoralizar Trump e desgastar o líder pentecostal Bolsonaro. Até a vacina de lá é comunista. Não, não é da China.


É da França? Se for é um veículo destinado a tomar a Amazônia do Brasil e anexá-la à Guiana Francesa. Tudo contra nosso líder impoluto, sem luto, Jair Bolsonaro. Não, não é da França.


A Revista Time é um veículo tradicional da pátria mor de Bolsonaro, Estados Unidos, cujo Brasil, para ele, é pátria secundária e submissa. E essa Revista inclui dois brasileiros no rol de influência internacional. Um de influência negativa, Jair Bolsonaro. Outro de influência positiva, Felipe Neto.


Contudo, sobre as eleições americanas, em Novembro, são esses dois os únicos brasileiros que exercem alguma influência naquelas eleições. Influência pequena, mas existente. E ambos influem contra Trump. Bolsonaro prejudica Trump com seu apoio. Felipe Neto prejudica Trump com sua oposição. Há pesquisas americanas informando que, em setores jovens de eleitores de lá, o vídeo de Felipe Neto no New York Times produziu efeitos e influenciou opiniões. Contra Trump.


E o escrachado servilismo de Bolsonaro a Trump produziu efeitos e influenciou opiniões. Também contra Trump. Portanto, vivam os dois influenciadores brasileiros, ambos ajudando a despejar Trump da Casa Branca.

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel