top of page
  • Foto do escritorFrançois

Desaforismos ao pé do chope.



I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada.


II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a multidão e só vê cadáveres.


III- Marx foi o maior conhecedor e decifrador do capitalismo. Ninguém o conheceu mais do que ele. Mas, ao prever como sucedâneo salvador o comunismo, errou profundamente. Do capitalismo, que conhecia, sabia tudo. Do comunismo, que previu, sabia nada. Sobre o capitalismo, sua obra é um monumento. Sobre o comunismo, sua previsão foi um monumental equívoco.


IV- Pela boca ninguém aprende nada. Pode até ensinar; aprender, não. De aprender, os olhos e os ouvidos. Ao ler ou observar, ouvir ou escutar.


V- Mesmo um sendo e o outro saindo do mesmo lugar, não são a mesma coisa o olho e o olhar. O dono tem o olho, o olhar é o dedo duro do dono.


VI- No Brasil, o comunismo nunca teve chance de poder. Foi sempre irrelevante e minoritário. Sempre. Porém, também sempre foi usado como pretexto para golpes ou tentativas de golpes. Os espertos golpistas o usam, como espantalho, para assustar os idiotas. E estes acreditam exatamente pela idiotice que os agasalha.


VII- O fascismo existe, mas não é uma ideologia. É um atributo comportamental por deformação moral. O progressista que, na rua, defende a diversidade e, em casa, reprime os diferentes, é fascista. Seu progressismo é de mentira. Stálin e Hitler eram fascistas.






125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

留言


bottom of page