• François

Desculpas ao leitor

Alertado por minha filha retirei a postagem sobre a fuga do justiceiro de pocilga Deltan Dallagnol. O motivo foi a referência que fiz sobre a justificativa usada pelo procurador, envolvendo o drama familiar da doença de sua filhinha.


Poderia parecer uma observação maldosa, mesmo sem a intenção. Nunca agiria propositadamente da mesma forma como ele agiu, juntamente com uma juíza e outros procuradores, zombando da morte do neto de Lula. Maldosos contra um neto morto e um avô sofrido. Não sou lulista, não sou petista nem sou fascista.

Sou um democrata socialista, de feição progressista, que abomina toda forma de reacionarismo ou ditaduras.

Torço pela saúde da filhinha do procurador, posto que ela nada tem a ver com o mau-caratismo do pai. Minhas desculpas ao leitor, principal motivo da existência desta Coluna.

81 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Vá entender!?

Eleições para prefeito em São Paulo, capital. Muitos candidatos, de tudo que é tendência, tendenciosas ou não. A única candidatura de esquerda com alguma e real chance de vencer é a do Psol, Guilherme

O nariz de Pinóquio...

...maior do que a Amazônia. Nunca na história da ONU, setenta e cinco anos, nem quando da guerra fria, em que mentiam soviéticos e americanos, um chefe de Estado mentiu tanto em tão pouco tempo. Quinz

O general e a dança da chuva

Um general, desses que empanzinam o governo, parece que de nome general Ramos, meu deus, disse que a chuva de ontem e hoje no Pantanal foi uma resposta de Deus à visita de Bolsonaro. General de quatro