• François

Desculpas ao leitor

Alertado por minha filha retirei a postagem sobre a fuga do justiceiro de pocilga Deltan Dallagnol. O motivo foi a referência que fiz sobre a justificativa usada pelo procurador, envolvendo o drama familiar da doença de sua filhinha.


Poderia parecer uma observação maldosa, mesmo sem a intenção. Nunca agiria propositadamente da mesma forma como ele agiu, juntamente com uma juíza e outros procuradores, zombando da morte do neto de Lula. Maldosos contra um neto morto e um avô sofrido. Não sou lulista, não sou petista nem sou fascista.

Sou um democrata socialista, de feição progressista, que abomina toda forma de reacionarismo ou ditaduras.

Torço pela saúde da filhinha do procurador, posto que ela nada tem a ver com o mau-caratismo do pai. Minhas desculpas ao leitor, principal motivo da existência desta Coluna.

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel