top of page
  • Foto do escritorFrançois

Independência ou morte?

Bem, a morte existiu, existe e existirá enquanto houver vida. A maioria lamenta e chora, mas há quem a comemore. Ou dela faça pouco caso, inclusive da morte de dezenas.


E a independência? A que se comemora a cada sete de Setembro não aconteceu. Não houve independência unilateral nem heroica. Papo furado. E o que houve? Houve um acerto entre o rei de Portugal, cumprindo determinação da Inglaterra, com seu filho Pedro, regente do Brasil.


A Inglaterra derrotara Napoleão e se tornara senhora dos mares e da Europa. Portugal era apenas um reino consentido, dependente da Inglaterra. Portugal e suas colônias. A Inglaterra precisava de um país pra chamar de seu nas Américas, após a independência dos Estados Unidos da América. Esse sim, com independência unilateral e heroica. E o Brasil era apenas colônia. Precisava virar país.


E foi o que aconteceu. As Cortes de Lisboa encenaram uma ópera bufa, bem ao gosto dos acordantes. Mas uma condição foi imposta ao Regente que viraria Imperador. O pagamento de uma indenização bilionária, pelo Brasil, à ex-metrópole. Acerto feito, o resto foi só muganga. E gasto anual de grana e paciência com esses desfiles ridículos. Eu ainda hoje tenho raiva daqueles desfiles do dia Sete no Ginásio de Caicó. Como eu não sabia tocar tarol, desfilava lá na rabeira.

49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page