• François

Libelu, pra não esquecer

Na praça um filme sobre a Libelu. Em resumo a Libelu foi um grupo de resistência à Ditadura, no Movimento Estudantil. De tendência trotskista, a Libelu teve papel marcante na luta de resistência e no tablado onde sobrevivia, em meio à escuridão, a vida artística e cultural do país mutilado, oprimido e de joelhos.


Há os que detestam a relembrança. Muitos pela adesão e colaboração, o que é de se compreender. E outros pelo remorso inescondível da omissão. Que se lembre, se relembre e nunca se deixe esquecer.


Reitero a observação de Darcy Ribeiro sobre vitória e derrota. "Nesse embate eu teria vergonha de mim mesmo se estivesse entre os vencedores; pelo contrário, sinto orgulho de figurar entre os vencidos".

50 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Caras de bunda

Tivemos recentemente dinheiro na bunda. Hoje temos nádegas nas fuças. A que me refiro? Aos comentários de alguns fascistóides da imprensa nacional inconformados com a vitória popular na Bolívia. Num d

O caráter e o talento

Tempos de acentuação vertical do mau-caratismo. A pergunta paira sobre a realidade política e cultural do continente de Vera Cruz. Fulano é talentoso? A pergunta sai numa reunião de jornalistas e prod