top of page
  • Foto do escritorFrançois

Mais uma vitória da Democracia

O povo chileno decidiu sepultar a carniça ditatorial ainda sobrevivente como resíduo do fascismo pinocheteano. O plebiscito que definiu o fim da constituição do regime de Pinochet, teve o apoio de oitenta por cento da população.


Os fascistóides daqui; leia-se pingos nos ís, (Augusto Nunes e seus acólitos) Alexandre Garcia, Ernesto Lacombe e outros menos ouvidos, mentiam informando que a mobilização ocorrida no Chile era coisa de uma minoria "terrorista", que seria derrotada nas urnas com facilidade.


Taí o resultado. Oitenta por cento dos votos. Que minoria, ein?

O Chile repete a Bolívia, e sinaliza para novos ventos de liberdade.



27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page