• François

Mais uma vitória da Democracia

O povo chileno decidiu sepultar a carniça ditatorial ainda sobrevivente como resíduo do fascismo pinocheteano. O plebiscito que definiu o fim da constituição do regime de Pinochet, teve o apoio de oitenta por cento da população.


Os fascistóides daqui; leia-se pingos nos ís, (Augusto Nunes e seus acólitos) Alexandre Garcia, Ernesto Lacombe e outros menos ouvidos, mentiam informando que a mobilização ocorrida no Chile era coisa de uma minoria "terrorista", que seria derrotada nas urnas com facilidade.


Taí o resultado. Oitenta por cento dos votos. Que minoria, ein?

O Chile repete a Bolívia, e sinaliza para novos ventos de liberdade.



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O rinoceronte acoelhou-se

Pois é. O valentão de dois dias atrás virou coelho, quando lhe apertaram os colhões. Essa tchurma não engana. Tudo valentia de ocasião, esperando que as armas ostensivas e os músculos bombados imponha

O oitão do cajá

O Cajá era um sitio minimalista, de propriedade de minha avó, onde morava seu Bendito do Cajá. Nunca soube do seu sobrenome, conhecido era ele pelo pós nome do sitio onde morava. O sítio era tão sem g

Picaretagem interrompida?

Onde e por quem demonstra a maluquice do país, do qual alguém já disse há muito tempo: "No Brasil não será surpresa se um dia a Sexta Feira da paixão cair numa Terça Feira de carnaval". A que me refir