• François

A angélica picaretagem

Atualizado: 22 de Jun de 2020

Quando eu vi, na primeira vez, esse Wassef, o "Anjo", dando uma entrevista na televisão, veio-me à memória a teoria da denunciação facial da criminalidade, da autoria de Cesare Lombroso, na sua concepção da antropologia criminal. Mas não foi o sentido criminal, no caso do "Anjo", que me remeteu ao ilustre psiquiatra. Foi outra denunciação. Ao vê-lo, naquela primeira vez, disse a mim mesmo: Taí um picareta, cuja picaretagem a face escancara.

Não deu outra. E como todo picareta, mentiroso. E como todo mentiroso compulsivo, desonesto. Não satisfeito em ter dito na entrevista referida que não sabia do paradeiro de Queiroz; agora, descaradamente informa que "nunca falara com o Queiroz e não sabia que ele estava na sua casa". E que a "casa estava com os móveis do lado de fora, em obras" e que não havia ninguém morando lá. É ou não é um descarado? Todo mundo viu a entrada da polícia. Todos os móveis na casa, com o Queiroz lá dentro, onde morava há cerca de um ano, segundo o caseiro. A filha do Olavo de Carvalho já havia fotografado a casa, denunciando esse esconderijo, mas ninguém lhe dera crédito.

E o "esquema particular" de informação de Bolsonaro, que ele disse possuir naquela reunião das patifarias, engoliu mosca. Enquanto o "Anjo" andava serelepe no meio das movimentações da posse do ministro Fábio Faria, a policia e preparava o bote. E tanto o presidente quanto seu advogado, dançaram na desinformação. E Queiroz dançou no xilindró.

Esse é o resultado de confiar na angélica picaretagem do poder macunaímico sem caráter. Mas faça-se justiça a Macunaíma; não tinha caráter, mas tinha inteligência.


De Rômulo Gurgel:

Disse o Anjo sobre Bolsonaro: "Viramos uma pessoa só". E inventaram que ele pediu o boné, não é mais adivogado da gangue angélica. Estão bajulando-o para ele não abrir o bico. Esse Anjo sabe demais...demais.


61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O rinoceronte acoelhou-se

Pois é. O valentão de dois dias atrás virou coelho, quando lhe apertaram os colhões. Essa tchurma não engana. Tudo valentia de ocasião, esperando que as armas ostensivas e os músculos bombados imponha

O oitão do cajá

O Cajá era um sitio minimalista, de propriedade de minha avó, onde morava seu Bendito do Cajá. Nunca soube do seu sobrenome, conhecido era ele pelo pós nome do sitio onde morava. O sítio era tão sem g

Picaretagem interrompida?

Onde e por quem demonstra a maluquice do país, do qual alguém já disse há muito tempo: "No Brasil não será surpresa se um dia a Sexta Feira da paixão cair numa Terça Feira de carnaval". A que me refir