• François

O arreganho que nunca me assustou

Nem me bateu a passarinha. Essa história de golpe militar. Imaginar tanques de guerra enchendo as ruas do Brasil para dar golpe político só entra na cabeça de medrosos ou ignorantes. Chance zero. E não digo agora, disse antes. A cada ameaça do bufão, no cercadinho da bufagem, eu repetia. Tudo arreganho de cagão.

Taí. Agora, estão buscando foro especial pra salvar o 01 da cadeia. Ou da humilhação de uma cassação no Senado. E se houver, haverá. E não resultará em nada.

A Procuradoria Geral da República, num gesto de salvar a imagem, está cobrando do general Heleno, esse pijamado recalcado, desde os tempos de Sílvio Frota, a explicar a chantagem de "consequências imprevisíveis", que ele pôs numa nota bajulatória ao seu capitão superior. Vai ter de explicar. E não tem tanque de flandre nas ruas.

Entendeu, bundão? E os militares que receberam indevida e desonestamente o auxílio emergencial vão ter de devolver. Democracia é o regime do civismo. E militar honesto, que felizmente é a maioria, prima por garantir a atitude cívica da sociedade. Ponto final.

77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel