• François

O Caderno de Deuzivaldo...

...de Tácito Costa.


Uma delícia. Esse é o adjetivo apropriado. Estava com a novela e um outro volume de crônicas na fila de espera. Não que estivesse lendo outros títulos. Não. Nesse tempo de corre corre pra quase nada fiquei sem ler livros.


Só agora catei o bicho. Apesar do hábito da leitura dinâmica, adquirido há muito tempo, estou lendo o "Caderno" lentamente. Degustando. Quando acabar, completarei o comentário. Não sou crítico literário, mas no catálogo pessoal é uma Novela. De primeiríssima qualidade. Tácito é um craque no uso da palavra certa, posta na frase precisa. Tudo na medida. Com o toque de tempero de um suspense manso. Agradabilíssimo.

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O primeiro plano de Sérgio Moro foi tornar-se um juiz famoso. Conseguiu. Para isso atropelou todas as regras do Processo. O sistema processual brasileiro segue as formalidades processuais dos países d

Bolsonaro é internado às pressas, após férias do cansaço de nada fazer, sob a informação que está acometido de obstrução intestinal. Previsível. Ele usa o aparelho fonador para sua defecação. E aí dei

...a numismática mitológica. “Quatro rios há nos espaços tenebrosos e subterrâneos dos Infernos: o Estige, o Aqueronte, o Cocito e o Flegetonte ou Piriflegetonte. Os três primeiros levam suas águas le