top of page
  • Foto do escritorFrançois

O caráter e o talento

Atualizado: 20 de out. de 2020

Tempos de acentuação vertical do mau-caratismo. A pergunta paira sobre a realidade política e cultural do continente de Vera Cruz. Fulano é talentoso? A pergunta sai numa reunião de jornalistas e produtores culturais. Alguém responde: É, mas o problema dele não é o que sobra de talento, é o que falta de caráter.


Ai a discussão passou para o dilema, o bom talento consegue melhorar o mau caráter? Venceu a resposta negativa. E o contrário, o mau caráter consegue contaminar o bom talento? Vitória da resposta positiva.


Pois é. Nesses tempos sombrios de tanta aberração cultural, política e social; de miséria intelectual, o mau-caratismo tem dominado majoritariamente a circunavegação de crápulas e pústulas. Pelas folhas, pelas artes e artimanhas.


Nada a ver com ideologia; esquerda ou direita. O caráter é aideológico, paira em todas as tendências, dentro ou fora da Rosa dos Ventos. No jornalismo tradicional, no televisivo, nas redes sociais. O bom caráter talentoso presta serviço democrático, o mau caráter não presta. Simples assim.


De Rômulo Gurgel, por E-mail: (lá de Mossoró)

"Parece ver um canônico, acadêmico, protagórico, árbitro da escrita e dos costumes. "Será que só parece?... Tá cheio deles por aí".


De Erasmo Batista, por E-mail.

"E quando se ouve um fascista dando aula de Democracia? A solução é o controle remoto, né não"?

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page