top of page
  • Foto do escritorFrançois

O discurso de Lula

"Nada podeis contra a cor da folhagem, contra a carícia da espuma nada podeis". Verso de Eugênio de Andrade, que chamei há muito tempo de "o poeta barbeiro de Lisboa.

espumas no discurso de Lula. Sim; basta passar a espumadeira e retirar o que excede pra não derramar. O certo é que, no fundamental, ele deu uma aula de serenidade política. Num momento em que o país é presidido por um destrambelhado, desonesto, pilantra, chefete de milicianos e imbecis, propagador de violência e negociador de armas, Lula chega e convence. Só. Dizer o quê? Lula pautou o momento político. Não gosto dos fanáticos lulistas, mas detesto os fanáticos bolsonaristas. Até por isso aplaudo o discurso de Lula.

84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

A tribuna da defesa...

...no processo criminal. Não há hierarquia entre Juiz, Promotor e Advogado. Nenhuma hierarquia. Todos iguais, essenciais e indispensáveis à administração da Justiça. Mesmo que algum juiz se imagine Al

bottom of page