top of page
  • Foto do escritorFrançois

O exemplo do bufão...

..aqui, é bufar. Lá fora o bufão recolhe a flatulência verbal e desocupa a moita onde defeca para os seus. Mas só o faz aqui.


Foi assim Domingo, na motocagem de Copacabana, com um rebanho de gado furioso num estouro da manada. Depois foi ao Equador, se não me engano, para a posse do novo presidente. Lá. pôs a máscara. De olhos esbugalhados, ao ser repreendido, para desviar a repreensão, inventou uma desculpa safada: "Não posso dar mau exemplo". Pois é. Aqui, pode. E caga na cabeça da Justiça. Desrespeita a lei. Faz descaso da mortalidade pandêmica.


Fora do Brasil é "civilizado". No território nacional, que desgoverna, é cavalizado. E esbanja maus exemplos.



37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

Comments


bottom of page