• François

O general ameaça o Supremo

Todos com muito medo, eu também. O general Heleno mandou selar um jegue pra assustar o Supremo. Sela caraubense, tecida em brilhos de ouro, brida de couro curtido, cilha de sola fina, rabichola de larga feitura.

E marchou atravessando a Praça dos poderes, para postar-se diante da Corte suprema. Rinchou, não ele, o jegue. Ele com o peito cheio de medalhas, de batalhas onde ele nunca esteve, de lutas que nunca travou. A não ser ordem unida, instruções teóricas e nada mais.

O atendente do tribunal saiu pra atender à presepada. O quadro geral mostrava um homem medalhado montado num jumento. Mas, ao olhar pra cada rosto, o atendente não distinguiu muita diferença entre o olhar ameaçador do general e o olhar enfadado do pobre jegue.

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O rinoceronte acoelhou-se

Pois é. O valentão de dois dias atrás virou coelho, quando lhe apertaram os colhões. Essa tchurma não engana. Tudo valentia de ocasião, esperando que as armas ostensivas e os músculos bombados imponha

O oitão do cajá

O Cajá era um sitio minimalista, de propriedade de minha avó, onde morava seu Bendito do Cajá. Nunca soube do seu sobrenome, conhecido era ele pelo pós nome do sitio onde morava. O sítio era tão sem g

Picaretagem interrompida?

Onde e por quem demonstra a maluquice do país, do qual alguém já disse há muito tempo: "No Brasil não será surpresa se um dia a Sexta Feira da paixão cair numa Terça Feira de carnaval". A que me refir