top of page
  • Foto do escritorFrançois

O general e a dança da chuva

Um general, desses que empanzinam o governo, parece que de nome general Ramos, meu deus, disse que a chuva de ontem e hoje no Pantanal foi uma resposta de Deus à visita de Bolsonaro. General de quatro estrelas, como diria Newton Navarro, brilhantes pelo Kaol. Puta que pariu. Vá ser baba ovo pelo cargo comissionado assim lá no terreiro de Pai Chiquim.


Mas há um prazer. Qual? Vivi para escarrar na bosta dita por um general sem ter a PF me prendendo pela manhã. Pois é. Fosse naquele tempo dos gorilas e seus acólitos, incluindo os omissos, a Casa do Estudante seria invadida, sem mandado judicial, e eu preso. Por um grupo da PF ou um Jipe do Exército.


General Ramos, o senhor não é um ramo. É uma ruma.

48 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

A tribuna da defesa...

...no processo criminal. Não há hierarquia entre Juiz, Promotor e Advogado. Nenhuma hierarquia. Todos iguais, essenciais e indispensáveis à administração da Justiça. Mesmo que algum juiz se imagine Al

bottom of page