• François

O impasse de Mandetta

Após a fala de Bolsonaro em rede nacional, e a ratificação do rincho hoje pela manhã, o ministro da saúde não tem terceira via. Fica no governo, chamando Bolsonaro de timoneiro do barco da saúde, como fez, ou cai fora. Não há terceira via. Se ele confirmar a necessidade das medidas adotados, não pode continua no governo. Sob pena de lhe faltar credibilidade para impor soluções. Bolsonaro o desmoralizou publicamente, seguindo a orientação dos seus "cientistas"; quais sejam, Carlos Bolsonaro, o ministro do meio ambiente, cujo nome desconheço, o general Heleno, positivado viral, e de longe, o guru Olavo do Carái.

Os Estados devem continuar com as medidas cautelares pertinentes e ignorarem o rincho presidencial. É deixar Bolsonaro rinchando nas quebradas, com seus acólitos afiando os cascos. Enquanto isso, até As Olimpíadas foram adiadas. Coisa inédita na sua história.

P.S: Vejo agora que a segunda pessoa sensata desse governo não é sensata, um sereno aparente, que sobe ao convés para curvar-se ao timoneiro. Mandetta é um perneta do capitão gancho. Resta o outro sensato, o General Mourão. Tomara que se isole dessa nau de fragos.

70 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Casamento e mais filhos

Bolsonaro declarou que o casamento com o PL do mensaleiro Valdemar da Costa Neto, aquele que foi condenado por corrupção, de quem Bolsonaro dizia querer distância, "vai gerar muitos filhos". Bem, po

A toga e o hipócrita

O ex-juiz Sérgio Moro revela-se muito preocupado com com uma recente besteira dita por Lula, quando interrogado sobre a quarta "eleição" de Daniel Ortega, na Nicarágua. Foi uma observação infeliz? Foi

A direita se lambuza...

...e seus adoradores ejaculam no gozo alheio. Bolsonaro, o rei da mentira, levou filhos e bajuladores "in pectore" para um passeio milionário, à custa do contribuinte, em Dubai. Tudo muito rico, muito