top of page
  • Foto do escritorFrançois

O que eles disseram no verão passado.

Há dois ou três anos, não sei precisamente, o deputado Eduardo Bolsonaro declarou que "Quem pede ao Supremo para ficar calado numa CPI é um covarde". Na mesma época, o também deputado e depois ministro do Bolsonaro, Onix Lorenzoni, corrigiu o amigo e colega acrescentando que "Não é apenas covarde, é um bandido confesso".


Essas falas estão aí pra quem quiser ver, nas redes da Net. E agora? O general Pazuello pede ao Supremo para calar na CPI. Quem o define melhor? Quem? Eduardo Bolsonaro ou Onix Lorenzoni?

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

Comments


bottom of page