top of page
  • Foto do escritorFrançois

Petelecos

Ptl. Um: Os tanques de Braga Neto não atravessariam a entrada de Olho D'água do Borges, desmanchavam-se nos quebra-molas de lá.


Ptl. Dois: Braga Neto fez fez Estado Maior do Exército em Caracas, ainda nos tempos de Chaves. Só que não recebeu o diploma.


Ptl. Três: Ou os tanques da lataciata estão consumindo óleo de carrapateira ou a turminha de dentro, operadores, estavam puxando uns baseados. Era fumaça muita!


Ptl. Quatro: Ninguém sabe quem estava mais ridículo, se a milicada medalhosa, os ministraços civis ou o próprio "chefe" supremoso.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

Comments


bottom of page