top of page
  • Foto do escritorFrançois

Polícia de Dória ou do terror?

Taí uma verdade bolsonariana: "João Dória é um vagabundo". Mais um desmoralizado da "nova política".

A polícia de São Paulo reprimiu com violência, truculência e estupidez uma manifestação de torcidas, Corinthians e Palmeiras, em defesa da Democracia.

E deixou em paz, em sossego, os manifestantes do fascismo. João Dória, você é resultado, cria e bebê do Bolsonaro.

Não adianta essa sua mentirosa face de defesa da saúde. Você tá querendo arrumar o leito de uma candidatura futura. Patife.

João Dória é cúmplice de Bolsonaro, numa jogada virótica. Onde não sabemos quem é o pior vírus.

Tudo começa quando um grupo de bolsonaristas invadem a outra manifestação com bandeiras de apologias nazifascistas. O tumulto resulta na ação policial. Isenta, serena? Não. A polícia escolhe um lado. Reprime os agredidos, que já estavam na paulista, e deixa em paz os fascistas.

Esse é o fato.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

Comments


bottom of page