top of page
  • Foto do escritorFrançois

Quem nega esses números?

Reconheço que há um massacre noticioso sobre a pandemia. Sugiro aos mais atingidos por esse massacre que usem o controle remoto ou desligue o aparelho. É realmente torturante.


Porém, não é uma avalanche de fantasia. Não. É uma crua e cruel realidade. Vejamos:

a) Quando, na história do Brasil, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos um mês com mais mortes do que nascimentos? Nunca.

b) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos vários dias sem uma vaga de leito de UTI em todo o território nacional? Nunca.

c) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, algum Estado de Federação teve de exportar doentes para outros Estados? Nunca.

d) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos falta de oxigênio para atendimento hospitalar? Nunca.


Tem mais, muito mais a ser dito. Mas fico por aqui. O vírus não tem culpa, pois nem é um ser vivo em completude, tanto que o antibiótico não o alcança. O antibiótico, como diz o nome, é negação da vida de um ser. No caso, a bactéria. O vírus nem isso é.

A culpa, ou melhor, o Dolo da sua propagação sem controle é do conjunto da sociedade. Dos dirigentes negacionistas e da população deseducada.



78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page