• François

Reinaldo Azevedo

Quando o Jornalista Reinaldo Azevedo tratava de forma cáustica, principalmente na Revista Veja, os detentores do poder, na época o PT e aliados, sob a liderança de Lula, eu discutia e o defendia nos embates teóricos com amigos e parentes.


Explico. Meu argumento era: Mesmo discordando de muitos dos seus textos, o comportamento dele lastra-se na obrigação da atividade jornalística. A surrada e sempre atual lição de Millôr Fernandes, "jornalismo é oposição, o resto são secos e molhados".


Reinaldo Azevedo teve formação de esquerda, na juventude. Coisa típica dos que têm caráter generoso na mocidade. Ou como dizia Carlos Lacerda, "a esquerda é a fatia generosa da política". E Lacerda, também de esquerda na mocidade e reaça na maturidade, disse isso já depois de velho. Reinaldo Azevedo é hoje um liberal, defensor da democracia e do Estado democrático e de Direito.


Hoje, os que detestavam Reinaldo Azevedo agora o aplaudem. E os que o idolatravam, agora o detestam. Quem mudou não foi Reinaldo Azevedo. Ele continua Jornalista com o J maiúsculo. Continua crítico do poder. Não demoniza seu passado e respeita sem inveja o passado dos outros.



47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Casamento e mais filhos

Bolsonaro declarou que o casamento com o PL do mensaleiro Valdemar da Costa Neto, aquele que foi condenado por corrupção, de quem Bolsonaro dizia querer distância, "vai gerar muitos filhos". Bem, po

A toga e o hipócrita

O ex-juiz Sérgio Moro revela-se muito preocupado com com uma recente besteira dita por Lula, quando interrogado sobre a quarta "eleição" de Daniel Ortega, na Nicarágua. Foi uma observação infeliz? Foi

A direita se lambuza...

...e seus adoradores ejaculam no gozo alheio. Bolsonaro, o rei da mentira, levou filhos e bajuladores "in pectore" para um passeio milionário, à custa do contribuinte, em Dubai. Tudo muito rico, muito