• François

Rinaldo Barros

Atualizado: 6 de Fev de 2020

Soube há pouco do falecimento de Rinaldo Barros. Da militância estudantil e clandestinidade. Estivemos presos numa mesma cela da Colônia Penal, quando as celas de castigo dos presos comuns foram transformadas em prisão política.

Deu-se esse fato com a chegada em Natal de presos políticos condenados em Recife. Rinaldo e eu estávamos entre eles.

Nunca perdemos o contato. Tempos depois nos encontramos, na campanha e no governo Wilma de Faria.

Era um sociólogo muito inteligente, bem humorado e feitor de amigos. Saudade.

Tempos terríveis de ilusões perdidas e sonhos quebrados pelo caminho.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O que eles disseram no verão passado.

Há dois ou três anos, não sei precisamente, o deputado Eduardo Bolsonaro declarou que "Quem pede ao Supremo para ficar calado numa CPI é um covarde". Na mesma época, o também deputado e depois ministr

O cagão e a China

Disse o cagão: "É uma maldade dizer que eu me referi à China, pois não citei a palavra China". O que foi que ele disse? Disse que o vírus corona pode ter sido produzido em laboratório, para ser usado