top of page
  • Foto do escritorFrançois

Robôs cortando prego

Notícia publicada no Uol dá conta de que o governo federal publicou mais de seiscentos mil (653 mil) anúncios em canais clandestinos de notícias falsas. Dinheiro público bancando a farra das fake news.

Tudo sob o olhar complacente do Planalto e a intermediação do Gabinete do Ódio. Essa é uma das razões para a reação do capitão e seus cães de fila contra as operações desencadeadas sobre esse estuário criminoso.

É de bom alvitre acentuar que esses dados não são oriundos dessa operação. São dados oficiais da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das fake news, o que já sinaliza para a necessidade da operação em curso. E a expectativa de que tem muito mais podridão a supurar. Pus e sujeira muita, o que explica o clima de tensão na robolândia.


45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esconderijo de silêncios (VI)

Desde a partida do padre Salomão, Januária quase acostuma-se com a calmaria religiosa entre as igrejas. O novo padre, tolerante, a igreja Batista, luterana, com um pastor tradicional, os terreiros de

E quando morrer?

Ao nascer, nem lembro quando, se chorei, nasci. Infância de grotas, chãs, pé de serra, frutas, sacristias, chuva e seca, se brinquei, sorri. Adolescência, remanso das dúvidas, morrem as certezas, veló

Esconderijo de silêncios (V)

A chegada de novo pároco em Januária atiçou a curiosidade noturna dos habitantes. O que houvera de fato? O sacristão segurava-se na promessa feita ao padre Salomão. O novo padre, jovem, foi alvo de as

留言


bottom of page