• François

Um general capacho

Uma enxerga de três estrelas que nem o kaol consegue polir para fazê-las brilharem. Capacho rústico à disposição de Bolsonaro para limpar as botas, mesmo sujas com bosta de cavalo. E o pior, com sangue de centenas de brasileiros.


"Eu que decidia, nunca recebi ordens do presidente". É uma mentira tão descarada, tão sem-vergonha que deve deixar ruborizado o alto comendo do Exército. Taí nos áudios da internet. Vou relembrar: Alguém do cercadinho das cabras, onde Bolsonaro deita e rola-bosta falação, pergunta: "Presidente, o ministro da saúde disse que assinou a compra (sic) de vacinas da China". Bolsonaro responde. "Se assinou já mandei cancelar, sou eu quem manda". E continuou: "O dinheiro é meu, que sou o chefe do governo". Tá nas redes.


Depois, foi visitar o capacho no hospital. E a enxerga de três estrelas com riso de serviçal declarou: "Um manda e outro obedece". Pois foi. O que manda mandou e o capacho agora lhe limpa as botas. Só que o cheiro de merda não sai.




51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rifa macabra

Isso não é um governo. É uma rifa clandestina entre amigos e sicários da população, posto que dos atos e omissões o resultado foi a mais cruel mortandade populacional da história do Brasil. Amigos civ

As tripas de um país fecal

Cujo presidente dá um susto nos aliados ao ter interrompida a tripa cagaiteira. Pois pois, como diria um português de Lisboa. "Ô pá, lamento, mas se todo mundo morre um dia, como disse o próprio gajo,

Só Cagão? Não...

Azarão também. Cagou para a CPI e azarou a Seleção. Onde Bolsonaro põe a torcido o azar hospeda-se junto. Torceu pro Trump, Trump lascou-se. Torceu na eleição da Bolívia, a esquerda venceu. Torceu pel