top of page
  • Foto do escritorFrançois

Um general capacho

Uma enxerga de três estrelas que nem o kaol consegue polir para fazê-las brilharem. Capacho rústico à disposição de Bolsonaro para limpar as botas, mesmo sujas com bosta de cavalo. E o pior, com sangue de centenas de brasileiros.


"Eu que decidia, nunca recebi ordens do presidente". É uma mentira tão descarada, tão sem-vergonha que deve deixar ruborizado o alto comendo do Exército. Taí nos áudios da internet. Vou relembrar: Alguém do cercadinho das cabras, onde Bolsonaro deita e rola-bosta falação, pergunta: "Presidente, o ministro da saúde disse que assinou a compra (sic) de vacinas da China". Bolsonaro responde. "Se assinou já mandei cancelar, sou eu quem manda". E continuou: "O dinheiro é meu, que sou o chefe do governo". Tá nas redes.


Depois, foi visitar o capacho no hospital. E a enxerga de três estrelas com riso de serviçal declarou: "Um manda e outro obedece". Pois foi. O que manda mandou e o capacho agora lhe limpa as botas. Só que o cheiro de merda não sai.




55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Povo e o fascismo pentecostal

Um milhão de pessoas na rua, numa manifestação, não é Povo. Nem dez milhões, nem cem milhões. É Massa. Merece respeito? Sim. Mas não é povo. Povo é o conjunto de todos de um país, cada um compreendido

Pequeno burguês de esquerda

Certa vez, um comentarista do Blog de Carlos Santos, pensando me agredir, chamou-me de ex-comunista. Eu respondi confirmando, para desencanto dele. Disse, na época, que concordava com a afirmação. E q

Desaforismos ao pé do chope.

I- Se em cada cabeça, uma sentença; em cada bunda, uma sentada. II- Tolstói disse que "certas pessoas ao entrarem numa floresta, só veem lenha para a fogueira". Hoje, muita gente olha para para a mu

bottom of page